01/09/2010

Aos amigos

Prometi, demorei mas vou cumprir. Meus amigos tem um espaço importante na minha vida e por isso decidi escrever para eles. Isso é algo que tenho do que me orgulhar. Durante toda a minha vida conheci e fiz parte da vida de muitas pessoas. E muitas delas contribuíram para o que hoje eu me tornei.
Desde a infância, amigos eternos. Queria poder citar todos os nomes, mas precisaria de algumas páginas para completar esse espaço.

Mas lembro com saudades dos amigos do clubinho, do colégio Presbiteriano, dos amigos do Auxiliadora, das amigas do vôlei (um dia selamos a nossa amizade ao por do sol), dos amigos do grupo de adolescentes, dos amigos do Interact, das amigas da faculdade (Admininas), dos amigos de trabalho (principalmente os trainees). Saudades!

Hoje distante, posso mensurar melhor a saudade que cada um me representa. E por isso deixo o poema a seguir para que nunca vocês esqueçam o quão importante são para mim.

Aos amigos

Ter amigos é viver a ternura do amor de forma sublime.
É conhecer a intensidade do mundo de alguém.
Cantarolar qualquer canção acompanhado,
É poder fazer planos e sonhar acordado.

Ser amigo é trocar figurinhas repetidas,
É compartilhar tristezas e alegrias,
É dividir cada pedaço do seu dia,
E curtir cada momento dessa vida.

Com amigos amenizo as feridas,
Invento coisas, faço revoluções.
Posso voar até o impossível,
E buscar o infinito dentro de mim.

Por amigos já lutei, briguei e sofri,
Já amei, sorri e vivi.
Descobri que vale a pena acreditar na humanidade,
E encontrar na amizade a verdadeira felicidade!

- Brunna Paese -

Facebook