29/05/2012

A segurança e a eletricidade e o desenvolvimento e tudo mais

Quando falo em segurança me refiro a tudo que possa parecer seguro em um lugar.
Praticamente todo lugar público como metrô, trem, e até uma simples entrada antes do embarque exibe um sistema de segurança impressionante. Detector de metal, policiais armados, cobradores e tudo mais.

É surpreendente como antes de chegar aqui, inúmeras recomendações sobre como as cidades indianas eram perigosas nos foram enviadas. Sinceramente, além de alguns minutos de desconforto, não senti medo, nem perigo por aqui. As pessoas respeitam e apesar da situação em que vivem não tomam nada da sua mão, nem dinheiro, nem celulares, tampouco comidas. É tranquilo e normalmente representam e transmitem paz.

O que realmente chama a atenção são os constantes black-outs que acontecem todos os dias, mais de uma vez dentro de 24 horas. O verão se aproxima e com ele um calor de 44 graus ou mais. Isso me faz lembrar de uma grande preocupação que temos no Brasil o problema energético. Me remete muitas vezes ao desenvolvimento de países como Índia e Brasil.

Muito similares quando falamos em potencial e crescimento. Nesse ponto, acredito que a Índia está a frente do Brasil. Aqui a educação é valorizada, muitos engenheiros e especialistas se formam todo ano, a maior parte da população fala inglês e eles tem uma incrível disposição para se ajudarem, o que torna o progresso uma grande oportunidade.

A política é um pouco complexa para entender em tão pouco tempo, o governo é parlamentarista, mas o estado do Kerala ao sul da Índia é comunista. Outro dia vi uma placa "Voluntários contra a corrupção'' nada que me faça esquecer as constantes comparações com o Brasil.

Mas essa semelhança me faz lembrar de onde ambos os países podem chegar se resolverem buscar e não desistir de se desenvolverem.

:)

Facebook