02/10/2012

Loira Burra, chega disso!


 Gostaria de manifestar todo meu repúdio com piadas de loira.
Sim, estou convocando todos os voluntários e faremos uma revolução. Sairemos as ruas e exigiremos a proibição dessas piadas que agridem a imagem das loiras desse mundo. Isso é preconceito!


Viu como é fácil ser chato hoje em dia? Quantos já não riram com piadas de loiras? Confesso, são as melhores. Sempre que alguém vem me contando uma paro e ouço com atenção.
Tudo bem que essas piadas, bem como aquela música do Gabriel o Pensador, fazem com que muitas pessoas passem a acreditar que mulher bonita, loira e/ou gostosa não podem ser inteligente.
Acreditem, já ouvi diversas vezes o relato de pessoas que pensavam isso. Certa vez, um cliente do ramo de tecnologia após ouvir a explicação do produto disse: - Nossa, até que você entende de tecnologia?
Prontamente respondi: - Se diz isto é porque pensou que eu não entendia nada, certo?
Sim, isso mesmo, ele pensou que eu não saberia explicar para um PHD em ciências da computação sobre produtos de dados.

Dançou!

Outra vez, um senhor entrou na minha WebRádio (sim, já tive uma rádio em Cascavel, outro dia falo mais sobre essa experiência incrível) vendendo livros e após responder a uma pergunta sobre onde eu estudava, ouvi: - Você é a primeira loira inteligente que conheço.
Pobre senhor, não comprei os livros mas achei graça no que falou.

Esse tipo de conceito nunca me abalou, sabe por quê? Porque até que se prove o contrário, geralmente, você não é capaz de muita coisa.
A vida é construída em torno dessa constante provação de capacidade, o tempo todo praticamente. Ao tentar um emprego, ao trabalhar, estudar, fazer um exame. A regra dessa cadeia alimentar chamada mundo é bem simples, basta provar que você pode.
É exatamente por isso que não ligo para piadas de loiras, como imagino que os portugueses também não ligam para as piadas sobre eles.
Essa disputa, essa luta por vencer é cruel e vitimização não é a melhor saída para alcançar o patamar mais alto.
Hoje em dia, luta-se demasiadamente pelo correto, muitas vezes ultrapassando o senso e tomando atitudes incorretas, como a de tentar proibir piadas.

Quando era nova eu tinha orgulho de ser politicamente correta, hoje sinto desprezo e tristeza do que isto se tornou. Parece haver uma compensação exagerada pelos erros passados, virou marketing.
No fundo, para esse mundo ser melhor bastava que cada um de nós fosse bom e correto, se isso acontecesse piadas poderiam usar das fraquezas ou diferenças humanas para fazer graça, mas jamais atingiriam o principal disso tudo, a pessoa que se é.


Editado em 26/10/2012
Piadas deveriam ser isentas de análises politicamente corretas, afinal ela se baseia nas fraquezas e culturas humanas. Ou você será que gaúcho gosta de ser taxado de viado? Loira de burra? Português de lerdo e assim por diante. É por isso que digo, ser politicamente correto ficou chato. Senso de humor também é inteligência.

Favor acrescentar à lista de piadas proibidas todas relacionadas a Nordestinos.

Não entendeu? Leia aqui http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/vida-urbana/2012/10/26/interna_vidaurbana,404262/internautas-aproveitam-falta-de-energia-para-fazer-comentarios-preconceitusos-contra-o-nordeste.shtml#.UIoG8Kz7IhQ.twitter

Facebook