22/06/2010

Instantes

Uma das primeiras coisas que escrevi verdadeiramente para alguém, esse poema marcou bastante porque além de ter sido escrito para uma pessoa especial, me despertou uma imensa vontade de escrever SEMPRE que meu coração estivesse fervendo.

A paixão certamente é um combustível importante quando escrevo.



Instantes 



Por um instante, eu pensei em você. 
E vi como seria adorável poder estar ao seu lado 
Beijar a sua boca, tocar em seu rosto, sentir o seu 
Perfume para poder lembrar-me de você... 
... Por um instante, você olhou pra mim. 
Que lindo olhar, pude então sonhar... 
Sonhar com um momento, em que eu pudesse tê-lo. 
Por um instante, você sorriu pra mim. 
Então uma imensa alegria tomou conta do meu coração 
Resolvi retribuir o seu sorriso. 
Por um instante, conversamos. 
Que voz maravilhosa você tem, sonho com ela todas as noites. 
É a música mais harmoniosa, a mais bela. 
Por um instante, você me abraçou. 
O aconchego que precisava, o calor de seus braços. 
Junto, o suave cheiro de seu perfume, que sinto a cada suspiro. 
Por um instante, um maravilhoso momento, você me beijou. 
Magia, a pura magia, seu lábios, seu rosto, seu perfume... 
Tudo refletia a beleza da ida, mas... 
Por um instante, você partiu. 
Agora o passado virou lembranças, a incerteza em sonho. 
Porém, lembranças tão vivas que o passado é o meu presente. 
E a esperança tão certa é minha única força, meu futuro. 
Mas são instantes que ficarão na memória. 
Instantes que marcaram e que talvez não se repitam. 
Nesse instante só me resta esperar você voltar... 
Para que juntos possamos realizar grandes momentos. 
Lembrando nosso instante mágico. 



Bruna Paese 

30/07/01

Facebook