28/04/2013

O sucesso alheio me incomoda

O sucesso alheio é um assunto que incomoda, mas geralmente é ocultado para que socialmente não sejamos considerados invejosos.
Como nem todos são atores, alguns acabam deixando transparecer a inquietação por perceber que alguém é melhor, ou mais talentosos, ou nem isso e mesmo assim o sucesso é estrondoso.
Primeiro que sucesso é uma percepção relativa, mas considerando que público, engajamento e reconhecimento sejam uma boa forma de medir o trabalho de alguém, normalmente nos deparamos com uma análise negativa do sucesso alheio.
O eterno dilema de que somos felizes ou frustrados por comparação.
A pergunta por trás das emoções, mesmo que nunca possamos admitir tal questionamento, normalmente é: por que ele/a, que nem é tão bom assim quanto eu, está aonde eu gostaria de estar?
A resposta deveria ser: porque não soube fazer tão bem quanto ele/a fez. Seja por um relacionamento, uma divulgação assertiva, uma persistência ou uma superação ocultada pelo êxito.
No fundo, ninguém é capaz de perceber o trabalho ou a dedicação passada para que alguém chegasse aonde chegou. Isso deveria servir de motivação, uma inspiração para sermos melhores e buscarmos nosso espaço por nossos próprios méritos.
Parece sempre mais difícil lidar com pessoas melhores, ou com mais reconhecimentos que nós. Mas o brilho de algumas pessoas, por mais que incomode, é merecimento e exclusivamente reflexo de oportunidades e atitudes que elas tiveram.
Não deveria ser um peso ou um prestígio ser quem somos, não deveria refletir tanto incômodo a felicidade ou o brilho por ser bom naquilo que fazemos.
Tentamos sempre ter um pouco do que nos falta, mas não admitimos que julgamos os outros por nossas próprias capacidades.
O mundo não é muito maior do que a percepção da realidade que temos de nós mesmos.
Portanto, se você não está aonde gostaria de estar não culpe o mundo, uma boa saída é começar a repensar aonde você de fato merecia estar e depois correr atrás do ainda falta para chegar lá, afinal de contas o sucesso é contagiante, ou deveria ser.








Facebook