08/08/2011

intensamente...


Me perdi no mar dos seus olhos.
E por mais que tentasse resistir,
A atração, o desejo, a vontade de ter, crescia.

O encantamento veio das palavras suaves,
Do imaginar além das minhas próprias memórias,
Do novo, do não vivido até então.

A entrega veio seguida do medo,
Daquela insegurança atrelada ao improvável,
Com o passo no presente, sem pensar no depois.

A conquista foi inevitável,
O olhar que seduz, conduziu meu pensamento,
E por milhares de vezes tentei impedir.

Mas ao contrário de tudo, me entreguei
Sem vergonha de dizer e se pudesse escolher
Gostaria de viver tudo, intensamente, outra vez.


=P

Segue música que embalou o poema


Facebook