28/03/2010

Ensaio sobre a vida!!!

Brincar de boneca pode ter sido apenas uma brincadeira de uma criança que nasceu nos anos 80, mas para mim valeu mais como uma prévia do que seria minha vida adulta.
Confesso que brincar de boneca me trazia certas angústias, só de ouvir "é sua vez de lavar a roupa" já me deixava arrepiada.
Ainda bem que nessa época eu nunca precisei ouvir "pegue uma gelada para mim". Caso contrário, teria desistido ali mesmo de casar um dia.
Morar com alguém, ter sua própria, primeira casa, é como brincar de casinha. Você começa fingindo que tem as coisas. Mas no fundo é só você e sua fantasia.
As coisas acontecem meio que no improviso, e a criatividade prevalece, sempre!
A diferença, acredito que a maior delas, é que quando se brinca de criança e não se tem muito dinheiro isso não tem muito impacto, agora quando é real fica difícil entender porque não ter aquela super-geladeiralançamentoultramodernacomduasportasdecinema, por isso acreditar que pode ser melhor me inspira a trabalhar mais e mais e mais...
Queria registrar aqui que apesar da cama de ar e da geladeira de isopor, ter meu canto e minhas próprias responsabilidades tem sido um grande avanço para meu crescimento e entendimento como ser humano. Principalmente na parte doar-se a si mesmo e construir minha própria história, claro que nada disso seria possível sem meu grandioso amigo, companheiro e namorado Paulo.
Agora o desafio é fazer a máquina de lavar funcionar como deveria e terminar de ajeitar a casinha de verdade que ainda é fantasia na minha cabeça.

Facebook