29/08/2013

Relatos...

Pensar que não foi verdadeiro
Viver como se nunca tivesse me pertencido,
Agradecer como se nunca tivesse partido.
Amaria ainda que sozinho.

Jamais deixaria partir 
Sem dizer o quanto te amo
Sem fazê-la amar até doer
Como doeu em mim quando não a tive

Como não a tenho
Dias que tornaram-se infinitos
Sem você, sem o melhor de mim
Deixando a crença de poder ser completo.

Apenas vivendo e buscando
O encontro de mim mesmo
Aquele momento em que docemente sorri
O mesmo momento em que a conheci.

~ Brunna Paese ~

Facebook