01/11/2012

Se essa rua fosse minha...

Tem um cantinho nosso em algum lugar do mundo, deve ter.
O meu tem um banco, é sereno com o frescor de árvore molhada.
Me acolheu por vezes em que olhava pela janela do quarto,
Quando sorria quando o sol chegava.
E esbravejava quando a chuva batia no chão.

Meu cantinho não fica no meio do nada,
Nem no interior, nem nos arredores do mundo.
Por muitos lugares já passei e me encantei, mas
É sempre este, o meu canto, a mesma rua, o mesmo vazio
Que me faz tão bem.

~ Brunna Paese ~

Rua Schiler, meu cantinho em Curitiba

Facebook